Ativos Intangíveis na nova economia ao alcance de mais pessoas e governos

Ativos Intangíveis na nova economia ao alcance de mais pessoas e governos

Ativos Intaníveis

Matrix

Microsoft vai compartilhar seus dados

DUAS DÉCADAS atrás, a Microsoft era sinônimo de jardim tecnológico. Um de seus chefes chamou os programas gratuitos de código aberto de “câncer”. Isso foi antes. Em 21/04/2020, a empresa de tecnologia mais valiosa do mundo entrou em um movimento incipiente para liberar os dados do mundo. Entre outras coisas, a empresa planeja lançar 20 grupos de compartilhamento de dados até 2022 e divulgar algumas de suas informações digitais, incluindo dados agregados ao covid-19.

Novas perspectivas para as economias mundiais

O argumento para o compartilhamento de dados é anterior à pandemia. A OCDE, um clube formado principalmente por países ricos, calcula que, se os dados fossem mais amplamente trocados, muitos estados poderiam obter ganhos entre 1 e 2,5% do PIB. A estimativa é baseada em suposições heróicas (como colocar um número em oportunidades para startups).

Mas os economistas concordam que o acesso mais rápido aos dados é amplamente benéfico, porque os dados são “não rivais”: ao contrário do petróleo, digamos, eles podem ser usados ​​e reutilizados sem esgotar-se, para alimentar vários algoritmos de inteligência artificial ao mesmo tempo, por exemplo.

Novo Modelo de Negócio?

É uma boa largada à frete no compartilhamento de dados, mas não só é altruísmo da Microsoft assim coma IBM já vem abrindo seus dados via plataforma Linux.  São modelos de negócios diferentes, ou seja, a Microsoft ganha a maior parte do seu dinheiro não extraindo valor de dados acumulados através de publicidade direcionada, como o Google ou Facebook, mas vendendo serviços e software para ajudar outras pessoas a processar informações digitais.

Mas a atitude do compartilhamento de dados tem seu mérito! Não sei se o Facebook e o Google, rezarão desta mesma cartilha!!!

 Fonte- https://www.economist.com/business/2020/04/21/microsoft-embraces-open-data

Veja mais em

Dados, Informação, Ciência e Tomada de Decisões na saúde que valerão pós Pandemia

Compartilhe isso:

Share on facebook
Share on twitter

Você também vai gostar desses posts

GERALDO VEIGA

Diretor Executivo da Duplo Foco

Diretor Executivo da Duplo Foco
Construiu sua carreira profissional entre São Paulo e Rio de Janeiro, nas áreas de serviços Financeiros, Construção Civil, Bens de Consumo, Telecomunicações e Tecnologia da Informação. Possui mais de 25 anos de atuação empresarial definindo e implantando ações de estratégias empresariais em Marketing e Finanças. Administrador pela Escola Superior de Administração de Negócios (FEI-SP), com MBA em Marketing de Serviços e MBA em Gestão de Negócios TI pela FGV-RJ. É Mestre em Administração de Empresas pelo Ibmec-RJ (MsC) com especialização pela UFRJ- Coope-Crie em Web Intelligence e Analítica de Dados. Atualmente produzindo artigos na linha de pesquisa do campo da gestão e visualização de dados para empresas e novos produtos.

ALCANCE SEUS OBJETIVOS E APRIMORE
A GESTÃO DA SUA EMPRESA
%d blogueiros gostam disto: