Ciclo PDCA: como aplicar em sua empresa.

Ciclo PDCA: como aplicar em sua empresa.

Após compreender o Ciclo PDCA e suas vantagens, é chegado o momento de “colocar a mão na massa”. É importante que se tenha em mente, além das diretrizes do ciclo.

Alguns pontos que devem ser evitados

1. fazer sem planejar: como já dissemos anteriormente planejamento é a base de tudo;
2. definir metas sem métodos para atingi-las: sem método as metas se perdem no tempo e espaço;
3. definir metas e não preparar o pessoal para executá-las: de que adianta ter mil metas se seus colaboradores/funcionários não sabem por onde começar a execução das mesmas?;
4. fazer e não checar;
5. não agir corretivamente quando necessário: os erros continuarão todos ali sempre;
6. parar após completar o ciclo uma vez: PDCA é um processo contínuo, não perca isso de vista.

As metas do Ciclo PDCA

Isto posto, podemos falar na prática que uma vez identificado o problema, metas devem ser estabelecidas, certo? Sendo assim, existem dois tipos de metas: as “para manter” e as “para melhorar”.
Metas para manter são aquelas que se transformarão em procedimento padrão da empresa como, por exemplo:

  • atender o telefone sempre antes de tantos toques;
  • responder emails dentro de 24 horas
  • usar equipamentos de segurança.

Isso por que são elas que padronizam o serviço e fazem com que aquele ponto deficitário seja corrigido.
Assim, eventualmente, essas metas, esses padrões, podem ser mudados conforme analisado no contexto da empresa. Por que, lembre-se: a melhoria contínua é necessária para que sua estratégia seja sustentável.
Sendo assim, as metas para melhorar são aquelas que se prestam a atingir novos resultados dentro da empresa, por que são elas que modificam a maneira de se trabalhar como, por exemplo, aumentar a produtividade em 10% até o fim do ano ou reduzir o desperdício de material em determinado período de tempo.
São essas metas que surgem, inegavelmente, ao longo da análise da empresa com o ciclo PDCA, caso você veja o que pode/deve melhorar ou ser alterado e implante planos para isso.

Não tenha medo de errar

Tenha sempre em mente que o erro pode ocorrer em qualquer momento e em qualquer empresa, pois faz parte da operação: aprenda com seus erros. Por que encontrar culpados não é a solução. Mas, ver como o erro pode ter sido causado ajuda até mesmo a melhorar para que não aconteça novamente.
Tudo é feito, primeiramente, através de atitudes concretas e objetivas que, aliás, devem ser tomadas no momento certo e com planejamento e monitoramento.
Rodar o ciclo PDCA continuamente, enfim, garante isso: que sua empresa funcione cada vez melhor e de maneira mais eficiente afim de que atinja o sucesso e as metas pretendidas.
Quer saber mais sobre análise, formulação e implantação de ações? Converse conosco.

Compartilhe isso:

Share on facebook
Share on twitter

Você também vai gostar desses posts

GERALDO VEIGA

Diretor Executivo da Duplo Foco

Diretor Executivo da Duplo Foco
Construiu sua carreira profissional entre São Paulo e Rio de Janeiro, nas áreas de serviços Financeiros, Construção Civil, Bens de Consumo, Telecomunicações e Tecnologia da Informação. Possui mais de 25 anos de atuação empresarial definindo e implantando ações de estratégias empresariais em Marketing e Finanças. Administrador pela Escola Superior de Administração de Negócios (FEI-SP), com MBA em Marketing de Serviços e MBA em Gestão de Negócios TI pela FGV-RJ. É Mestre em Administração de Empresas pelo Ibmec-RJ (MsC) com especialização pela UFRJ- Coope-Crie em Web Intelligence e Analítica de Dados. Atualmente produzindo artigos na linha de pesquisa do campo da gestão e visualização de dados para empresas e novos produtos.

ALCANCE SEUS OBJETIVOS E APRIMORE
A GESTÃO DA SUA EMPRESA
%d blogueiros gostam disto: