Loading...
20 de dezembro de 2018

Setor do Comércio…mais capital de giro para vocês!

Capital de Giro sempre foi umas das grandes necessidades das empresas, sejam elas micro, PMEs, grandes empresas e conglomerados empresariais.

Independentemente de ter ou não seus controles financeiros mais apurados, visão clara de seu Fluxo de Caixa, administração de indicadores como margem de contribuição, ponto de equilíbrio, lucratividade, rentabilidade, entre outros, torna-se importante para os empresários dos setores industriais, de serviço e principalmente do comércio, algumas medidas que visam dar maior liquidez aos seus processos de gestão.

Podemos citar ações no dia a dia das ações no setor de comércio, claro que se aplica a outros setores também, a famosa equação econômico-financeira de PME- Prazo médio de estoque, PMC-Prazo médio de Compras, e PMR- Prazo médio de recebimento.

O grande segredo da vida longa das empresas reside exatamente aqui, na formulação, adequação e ajuste fino desta combinação de ações e fatores para o bom desempenho empresarial.

Deparamos esta semana com uma boa informação do governo federal sobre a possibilidade das empresas de a partir de 31 de janeiro, o lojista poderá usar os novos recebíveis para antecipar todo o dinheiro que já tem para receber. Isso dá um impulso para o comércio porque pode aumentar e muito o capital de giro das empresas.

Governo muda forma de lojista antecipar dinheiro de vendas no cartão.

De acordo com matéria do jornal O Globo, https://glo.bo/2V1btkr , governo resolveu tirar a trava que existe quando um lojista tenta antecipar numa instituição financeira o dinheiro que ainda receberá das vendas que fez no cartão de crédito. Com a mudança, o comerciante poderá adiantar tudo o que já foi vendido na função crédito e não apenas parte disso, como ocorre atualmente. A mudança é uma transição para a liberação total desse mercado que deve ser feita no ano que vem.

A Duplo Foco se orienta CONSTANTEMENTE e busca nas informações mais atualizadas do mercado a fim de contribuir de forma clara e efetiva, na busca em conjunta com mercado, seus clientes e potenciais, toda a infraestrutura de procedimentos e ajustes em suas operações comerciais, financeiras, de controle, principalmente para uma responder e mostrar uma ‘’simples questão” que parece fácil, mas muitas empresas, chegando agora ao final de 2018 não saberão “qual foi realmente o seu LUCRO ao longo de 2018”  Você saberia???

Podemos conversar?  Agende uma visita.

%d blogueiros gostam disto: