Oportunidades e desafios da cadeia de valor da energia solar fotovoltaica no Brasil para o pequeno negócio e sua inserção na cadeia

Oportunidades e desafios da cadeia de valor da energia solar fotovoltaica no Brasil para o pequeno negócio e sua inserção na cadeia

US$ 150 bilhões são estimados para pequenos e médios negócios em energia solar fotovoltaica nesses países (World Bank Group, 2014).

Na América Latina, a oportunidade para o pequeno negócio está estimada em US$ 7 bilhões em energia solar fotovoltaica entre 2014 e 2023, de acordo com o Banco Mundial. Essas oportunidades em energia solar fotovoltaica para pequenos negócios, de acordo com o Banco, estão principalmente na fabricação de pequenos componentes, integração e instalação de projetos, construção civil e Operações e manutenções. Conhecimento dos mercados locais, necessidade de especialização e baixas barreiras financeiras e técnicas de entrada fazem dessas atividades especialmente acessíveis aos pequenos negócios.

Tamanho do mercado de tecnologias limpas em países em desenvolvimento entre 2014 e 2023, por tamanho do negócio

FONTE: WORLD BANK GROUP, 2014.

Principais desafios e oportunidades na cadeia de valor da energia solar fotovoltaica no Brasil para os pequenos negócios

As principais oportunidades na cadeia de valor da energia solar fotovoltaica para os pequenos negócios no Brasil são identificadas a seguir. São 28 oportunidades específicas identificadas no fornecimento de bens e serviços, com base nas entrevistas com as principais empresas atuantes na cadeia de valor da energia fotovoltaica no país. Uma vez identificadas as oportunidades, seus desafios, presentes e futuros, são apresentados para cada oportunidade levantada.

Serviços

As principais atividades de valor da cadeia de valor da energia solar fotovoltaica, em que existem oportunidades para os pequenos negócios, estão no segmento de serviços. Este estudo aponta 20 oportunidades para o pequeno negócio em serviços para a cadeia solar fotovoltaica como integradores de sistemas fotovoltaicos, serviços de consultoria e assessoria diversos (consultoria ambiental, jurídica, tributária, fundiária, financeira, avaliação de recurso solar, técnica/engenharia, treinamento e capacitação), certificadoras, serviços terceirizados para grandes empresas de operação e manutenção, e editoração.

Oportunidades para o pequeno negócio na cadeia de valor da energia solar fotovoltaica – serviços

Integração de sistemas fotovoltaicos
Consultoria ambiental
Consultoria jurídica
Consultoria tributária
Consultoria fundiária
Assessoria financeira
Avaliação de recurso solar
Consultoria técnica/engenharia
Treinamento e capacitação
Certificadoras
EPC
Operação e Manutenção
Editoração
Corretagem de seguros
Corretoras de imóveis e proprietários de grandes imóveis rurais
Fornecedores de alimentação
Reciclagem/venda de módulos fotovoltaicos usados
Consumidores de energia solar fotovoltaica
Inovação tecnológica/universidades particulares
Transporte especializado de sistemas FV

Esta conclusão está em linha com o estudo da Carbon Trust, que identificou que os segmentos de energia renovável que geram maior valor agregado são os de instalação e Operação e Manutenção, e não a fabricação de equipamentos, e, portanto, apresentam as melhores oportunidades para pequenos e médios negócios.

Conforme ilustrado acima, as melhores oportunidades para o pequeno negócio (maior valor agregado em instalação e Operação e Manutenção) estão nos segmentos de energia solar concentrada, biogás, solar térmica e solar fotovoltaica de pequena  escala.

INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS

A maior oportunidade para os pequenos negócios, em volume de investimentos, número de empresas e contratação de mão de obra, está na atividade de valor de integração e instalação de sistemas fotovoltaicos, empresas que fazem a venda, a instalação e a manutenção de sistemas fotovoltaicos de geração distribuída em residências, comércios e indústrias. Hoje no Brasil existem mais de 1.000 empresas integradoras e instaladoras de sistemas fotovoltaicos, e o número continua crescendo. Este tipo de serviço pode ser realizado, inclusive, em parceria com outras empresas solares já estabelecidas.

Falaremos mais um pouco nos próximos posts sobre outras oportunidades e modelos de negócios.

Até!

Compartilhe isso:

Share on facebook
Share on twitter

Você também vai gostar desses posts

GERALDO VEIGA

Diretor Executivo da Duplo Foco

Diretor Executivo da Duplo Foco
Construiu sua carreira profissional entre São Paulo e Rio de Janeiro, nas áreas de serviços Financeiros, Construção Civil, Bens de Consumo, Telecomunicações e Tecnologia da Informação. Possui mais de 25 anos de atuação empresarial definindo e implantando ações de estratégias empresariais em Marketing e Finanças. Administrador pela Escola Superior de Administração de Negócios (FEI-SP), com MBA em Marketing de Serviços e MBA em Gestão de Negócios TI pela FGV-RJ. É Mestre em Administração de Empresas pelo Ibmec-RJ (MsC) com especialização pela UFRJ- Coope-Crie em Web Intelligence e Analítica de Dados. Atualmente produzindo artigos na linha de pesquisa do campo da gestão e visualização de dados para empresas e novos produtos.

ALCANCE SEUS OBJETIVOS E APRIMORE
A GESTÃO DA SUA EMPRESA
%d blogueiros gostam disto: