Saiba aliar dados com informação e conhecimento

Saiba aliar dados com informação e conhecimento

O uso de dados, em conjunto com informação e conhecimento, é uma combinação poderosa para as empresas que buscam atingir melhores resultados. Ao mesmo tempo, existe uma grande confusão sobre cada um desses conceitos e as suas utilizações.

Como esses termos sugerem uma proximidade, é comum muitas pessoas e instituições considerarem as suas definições como se fossem sinônimos, o que pode levar a alguns erros de percepção e decisão.

Pensando nisso, abordamos no texto abaixo os conceitos que envolvem esses termos, e como eles podem ser aliados, de maneira a oferecer uma melhor percepção do seu próprio negócio. Boa leitura!

Compreensão do significado de dado, informação e conhecimento

Recursos bastante utilizados pelas empresas em alguns de seus departamentos (principalmente por aqueles que lidam com Tecnologia da Informação), os dados, informação e conhecimento ainda despertam muitas dúvidas.

Dessa maneira, é importante conhecer os significados de cada um deles, para que erros não sejam cometidos em futuras decisões da organização. Uma melhor compreensão dos conceitos pode, inclusive, levar à criação de excelentes estratégias e tomada de decisões.

De uma maneira simplificada, podemos observar que os dados são as informações da empresa reunidas em um conjunto específico, enquanto a informação corresponde a todo conhecimento tornado público, através de ações de comunicação.

Já o conhecimento se origina a partir de estudos ou experiências vivenciadas no interior da empresa, e que fornecem uma melhor compreensão sobre os produtos e serviços oferecidos pela mesma.

Assim sendo, agora fica mais fácil para explicarmos o conceito exato sobre cada um desses termos e as suas implicações dentro de uma empresa, de modo a criarem um propósito para os negócios da organização.

Dados numa linguagem simples

Dados

Utilizados para fomentar a construção das bases corretas de informação e conhecimento de uma empresa, os dados são divididos em três tipos: os qualitativos, os quantitativos e os categóricos.

Os dados qualitativos dizem respeito à qualidade do produto ou serviço oferecido pela empresa, enquanto os quantitativos correspondem aos números que esses itens fornecem para o resultado final.

Enquanto isso, os dados categóricos são a maneira utilizada para inserir esses itens em categorias. De todo modo, eles não podem ser considerados uma informação por si só, porque não possuem os significados necessários para isso.

Assim sendo, para os dados de uma empresa apresentarem condições de oferecer algum significado relevante, eles precisam passar por um processo que envolve etapas de análise, manipulação e processamento de suas características.

Informações para Tomada de Decisão

Informações

As informações são o processo seguinte à delimitação dos dados, e correspondem à organização e estruturação dos mesmos, para que possam ser observados em um contexto externo.

Desse modo, ao fazer a reunião dos dados e transformá-los em um material condizente para a compreensão da empresa e do público, esse conceito transforma os dados em algo relevante para o esclarecimento da utilidade dos produtos e serviços.

Desse modo, os dados são configurados através de diversos meios (como os sistemas de informação, por exemplo) para tornarem-se informações entendíveis e utilizáveis, tanto pelos diversos setores da empresa, quanto pelo próprio público consumidor.

Conhecimento para aplicação

Conhecimento

O conhecimento é o processo final de um andamento que mescla a análise dos dados e a construção das informações corretas. Desse modo, pode-se considerar o conhecimento como a etapa em que o produto ou serviço torna-se uma verdadeira experiência.

No âmbito de uma empresa, o conhecimento surge quando, a partir dos dados e informações coletadas, é possível prever e agir para evitar problemas de ordem financeira e estrutural, buscando resultados efetivos decorrentes dessa ação e aliança de fatores.

O conhecimento é baseado em pilares como aprendizagem, percepção e descoberta, em união com a criação, transferência e aplicação do próprio conhecimento, para a solução de problemas e criação de novas estratégias.

Aliando dados, informação e conhecimento

Dados para Tomada de Decisão

As empresas, para garantir uma ótima relação entre os dados, informações e conhecimento, precisam investir na gestão desses conceitos para obter os melhores resultados. Desse modo, ter uma área de gestão de dados e /ou minimante uma cultura, é essencial para identificar, coletar, armazenar, acessar, organizar e analisar aqueles que são mais importantes, e direcioná-los para o uso em projetos específicos.

Já a área de gestão da informação pode ser um caminho bastante eficaz para manter a organização dos dados coletados e transformá-los em informações relevantes, direcionando-as para as pessoas e áreas certas.

Garantindo que esses dados sejam direcionados sem a apresentação de erros ou problemas que possam atrapalhar o andamento técnico e financeiro da empresa, a gestão da informação deve fazer a ponte com a área da gestão de conhecimento.

Assim sendo, o gerenciamento dos dados e informações produzirá o conhecimento necessário para esta última área oferecer as melhores práticas e estratégias, no sentido de melhorar os resultados e concretizar os objetivos da organização.

Conclusão

A Duplo Foco atua de modo a oferecer as melhores técnicas para a gestão de empresas. Dessa maneira, confira em nosso site os principais conteúdos e preencha o formulário para entrarmos em contato com você!

Compartilhe isso:

Share on facebook
Share on twitter

Você também vai gostar desses posts

GERALDO VEIGA

Diretor Executivo da Duplo Foco

Diretor Executivo da Duplo Foco
Construiu sua carreira profissional entre São Paulo e Rio de Janeiro, nas áreas de serviços Financeiros, Construção Civil, Bens de Consumo, Telecomunicações e Tecnologia da Informação. Possui mais de 25 anos de atuação empresarial definindo e implantando ações de estratégias empresariais em Marketing e Finanças. Administrador pela Escola Superior de Administração de Negócios (FEI-SP), com MBA em Marketing de Serviços e MBA em Gestão de Negócios TI pela FGV-RJ. É Mestre em Administração de Empresas pelo Ibmec-RJ (MsC) com especialização pela UFRJ- Coope-Crie em Web Intelligence e Analítica de Dados. Atualmente produzindo artigos na linha de pesquisa do campo da gestão e visualização de dados para empresas e novos produtos.

ALCANCE SEUS OBJETIVOS E APRIMORE
A GESTÃO DA SUA EMPRESA
%d blogueiros gostam disto: