Loading...
9 de março de 2013

Ponto de Equilíbrio

analise-financeiraComo dissemos antes, ao se fazer o cálculo da margem de contribuição, é possível identificar o volume mínimo de vendas necessárias para cobrir as despesas fixas da empresa. Esse resultado é o chamado ponto de equilíbrio; ou seja, o montante de vendas e serviços prestados mínimos a serem feitos para que não se tenha prejuízo, e é vital para que se possa analisar a viabilidade de um empreendimento ou ainda garantir um melhor posicionamento da empresa perante a concorrência.
É assim fundamental que as empresas o conheçam para que possam efetivamente competir no mercado sem arcar com grandes prejuízos desnecessários. Através dele que é possível ver até que ponto a empresa apenas sobrevive e quando começa a lucrar – ou não, caso não haja um bom planejamento financeiro.

Assim como o conceito, o cálculo do ponto de equilíbrio é bem simples: soma-se as despesas fixas e as despesas financeiras, que divididas pela porcentagem da margem de contribuição resultam as vendas. Esse cálculo pode ser feito em três momentos das atividades operacionais da empresa, sendo que e cada um há um objetivo diferente em encontra-lo.

Ao se iniciar um empreendimento, por exemplo, é interessante encontrar o ponto de equilíbrio desse novo produto para encontrar o volume necessário de vendas para que não haja prejuízo na produção. Desse modo é possível fazer um estudo de mercado mais preciso, além de saber exatamente o que deve ser vendido para que o empreendimento possa sobreviver. Após, é possível que durante as atividades operacionais ele seja calculado com o intuito de analisar a evolução das vendas, despesas e custos do período e, finalmente, após as atividades operacionais para comparar o volume de vendas planejado versus o realizado, auxiliando na tomada de decisões para eventuais desvios que possam ter ocorrido.