Loading...
18 de setembro de 2013

Marketing de Informações Para o Varejo – Método Zapros-LM Parte 2

metodo-zarpos-lmOutro conceito que precisamos compreender é a questão do marketing de informações. Já vimos que para o marketing é importante a segmentação do mercado para se entender o público e assim focar nas ações e estratégias. Assim, quando falamos em marketing de informações, temos logo de inicio uma chuva de dados e informações propriamente ditas que devem ser compreendidas e catalogadas para serem então utliizadas de maneira apropriada. Para isso temos a TI – tecnologia da informação, que para ser implementada corretamente precisa estar alinhada com a tática de negócios e a organização em si.

Uma vez isso compreendido, a TI tem o papel de integrar todos os aspectos técnicos do negócio aos sociais e culturais, para então podermos tirar daí algum retorno prático. Focar tão somente na questão da tecnologia em si não é interessante, pois está totalmente solto da realidade em que a empresa, o mercado e as pessoas estão inseridas. A informação deve ser utilizada como um diferencial; um recurso competitivo que destaque a empresa/produto/serviço no mercado em que está inserido. Daí temos o conceito de “produto de informação”, que segundo Shapiro e Varian, o preço de um bem de informação é determinado a partir do valor que tem para o consumidor e não a partir de seu custo de produção. Para conseguir esse dado é então necessário conhecer e saber o quanto o consumidor está disposto a pagar por aquilo.

Isso vem totalmente de encontro com o que já dissemos sobre a personalização das coisas, de que cada vez mais o consumidor busca por um tratamento, produto ou serviço personalizado, e que isso reflete diretamente no como as empresas devem se portar e elaborar suas estratégias de marketing. O que está se vivendo hoje é a chamada era dos bens e serviços sob encomenda em larga escala; ou seja, os bens de consumo sõa criados conforme as necessidades dos consumidores. O que gera sim um custo mais alto, mas ainda assim se faz necessário, e uma vez criado e desenvolvido o repasse se faz de maneira natural, já que é algo que o consumidor dá valor, pois deseja aquilo. Desde que pensado e com a correta gestão de informações, o produto se paga e o ciclo fecha. A chave está novamente na segmentação e diferenciação.

%d blogueiros gostam disto: