Loading...
14 de novembro de 2014

Jeffrey Pfeffer – Poder e liderança

Poder e Liderança

 

 

 

 

Nós da Duplo Foco, gostamos muito do conteúdo tanto acadêmico como organizacional do Prof. Jeffrey Pfeffer. E dentro da ideia e prestação de serviços de compartilhamento de conteúdo que temos com o nosso público, levamos até vocês um um pouco das ideais e pensamentos deste grande consultor organizacional.
Bom proveito.

Jeffrey Pfeffer atua como professor de Comportamento Organizacional na School of Business, Universidade de Stanford, lecionando desde o ano de 1979. Fez mestrado na Universidade de Carnegie-Mellon e doutorado em Stanford. – See more at: http://www.portal-gestao.com/item/7513-jeffrey-pfeffer-poder-e-lideran%c3%a7a.html#sthash.wd0mGmj9.dpuf

Iniciou sua carreira na Business School da Universidade de Illinois, depois foi para a Universidade da Califórnia e ainda professor visitante na Harvard Business School, na Singapore Management University e na London Business School.

Hoje em dia, faz parte do conselho de administração da Audible Magic e também de entidades como The San Francisco Playhouse e Quantum Leap Healthcare, que não possuem fins lucrativos.

Já palestrou em 34 países e continua inspirando líderes fazendo seminários e apresentação em várias empresas.

Ideias de Jeffrey Pfeffer
A ideia principal de Jeffrey Pfeffer gira em torno de seus livros famosos, onde ele passa a ideia de poder e de liderança. Para ele, poder é a capacidade de realizar as coisas como quiser, então não é algo que todos podem ter. Da mesma forma, ser líder é diferente de ser poderoso, pois isto vai depender muito de suas conquistas.

Além disso, ele diz que o começo de uma carreira é importante para definir o lugar em que estará daqui a alguns anos. Afirma ainda que é importante tratar seu chefe com o devido respeito, pois mesmo que tenha um bom desempenho na empresa não manterá seu serviço se não agradar ao seu superior.

Abandonar a zona de conforto e se aproximar das pessoas criando bons relacionamentos também é essencial, bem como ter uma boa reputação, que só conseguirá ao se expor, então não adianta fazer tudo certo e não ser visto corretamente.

E para quem costuma se descuidar da postura, ele alerta que uma posição corporal pode transmitir ou não uma boa autoridade, então é bom ficar atento e fazer gestos que indiquem esta posição, senão seus objetivos podem ser contrários ao que seu corpo demonstra.

Obras de Jeffrey Pfeffer
Jeffrey Pfeffer escrever diversos artigos e também livros, como:

O Controle Externo das Organizações: uma perspectiva da Dependência de Recursos;
Desenho Organizacional;
Poder nas Organizações;
Organizações e Organização Theory;
Gerenciando com energia: Política e influência nas organizações;
Vantagem Competitiva Através de Pessoas: Desencadeando o Poder da Força de Trabalho;
Novos Rumos para a teoria organizacional: Problemas e Perspectivas;
Os Humanos equação: Construindo lucros, colocando People First;
O saber-fazer: como as empresas inteligentes transformar o conhecimento em ação;
Valor oculto: Como Grandes Empresas alcançar resultados extraordinários com pessoas comuns;
Fatos duros, Dangerous Half-Truths, e Nonsense Total: Lucrando Gestão Baseada em Evidências;
O que eles estavam pensando: Sabedoria Unconventional Sobre Management;
Potência: Por que algumas pessoas têm e outras não.
Frases de Jeffrey Pfeffer
Dentre as mais conhecidas frases de Jeffrey Pfeffer estão:

“Coisas que são medidas são comentadas e coisas que não são medidas não são comentadas.”
“É a arrogância que nos faz desconsiderar os números e achar que o que aconteceu com outras empresas não acontecerá connosco por acharmos que somos diferentes”.
“Downsize prejudica a inovação, pois rompe as redes sociais de relacionamento necessárias para desenvolver coisas novas e para desenvolver e lançar novos produtos e serviços no mercado”.
“O cultivo da ignorância é que quando um gestor afirma que se ele não gosta dos dados, então ele não precisa reconhecê-los.”
“Quanto mais alto você está na hierarquia, mais distante você está da realidade”.
“O fator que determina a escolha de instalação de centro de P&D é a existência de pessoas talentosas – não impostos, leis ou incentivos fiscais”.
“A questão não é quanto você paga aos seus funcionários, a questão é quanto você consegue obter de resultados a partir deles”.
“A desconfiança da gerência atingiu níveis epidêmicos – cerca de 50% da força de trabalho não acredita no que a administração da empresa diz”.
“Não se torne uma fábrica de desculpas”.
“Para que seu funcionário tenha compromisso com você, você deve ter um compromisso com ele”.
“Existe acordo sobre o que produz sucesso? Se não houver, esforce-se para criar um entendimento comum do negócio e da sua estratégia”.
“Você é aquilo que você faz”.
“Crie uma cultura em que as pessoas possam falar”.
“Não puna pessoas por tentarem coisas novas”.
“Deixe que as pessoas tenham controle sobre seus futuros”.
“Temos realizado o benchmarking das coisas erradas. Em vez de copiar o que as outras empresas fazem, precisamos copiar como elas pensam”.